Breve História da Empresa


Durante a sua formação militar, eis que, em 1980, Belmiro da Fonseca Xavier ingressa no curso de mergulho profissional da Marinha Portuguesa, onde se distingue com mérito e se forma mergulhador da armada.

 

 

 

 

 

 

Atento à escassez de prestadores de serviços de mergulho profissional em Portugal e da necessidade de se recorrer a técnicos estrangeiros, deixa a vida estável da carreira militar para singrar num novo desafio.

Instala-se nos estaleiros navais de Aveiro, onde inicia a sua carreira de mergulhador profissional e cedo dá que falar pela sua destreza e engenho, passando da execução de trabalhos de metalomecânica submarina para realizar também todo o tipo de trabalhos de construção civil em meio submerso.

Reuniu alguns colaboradores para o auxiliar executando trabalhos de elevada valia técnica, não deixando nunca de ser “o que vai à frente” desde a instalação de uma das maiores infraestruturas submersas de Portugal (pipeline com 13 km de extensão submersa), executando trabalhos diversos em plataformas COMEX (dos maiores prestadores de serviços subaquáticos a nível mundial), fazendo largas dezenas de resgates de embarcações afundadas entre outros, como é o caso da demolição e resgate dos tabuleiros da Ponte de Entre-Os-Rios, ou a execução de cortes pelo interior de estacas metálicas de fundação da Ponte Vasco da Gama a 70 metros de profundidade.

A empresa não mais parou, sendo pioneira em Portugal na recolha de carotes de sedimentos contínuos para licenciamento de dragagens e estudos de impacto ambiental, sistemas de vídeo subaquático autónomo com registo directo de voz do mergulhador (totalmente independente da superficie, ex. cabos), sistema próprio de vídeo controlado à superfície sem recurso a propulsores/hélices, abertura de valas e afundamento de emissários etc…

 

 Gafanha da Nazaré, 27 de janeiro de 2017,

 

Belmiro da Fonseca Xavier.